14 dicas de treinamento de Carl Hester

A revista Practical Horseman publicou uma matéria com 14 dicas de treinamento dadas por Carl Hester, cavaleiro olímpico da Grã Bretanha e medalha de ouro por equipes nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e prata em Rio 2016. Os ensinamentos foram coletados em sua primeira clínica aberta realizada nos Estados Unidos.

Hester, que integrou a equipe da Grã Bretanha por cinco vezes, mostrou que a escala de treinamento alemã está enraizada na base do adestramento britânico e reforçou que ela deve ser seguida por todos. O site Adestramento Brasil resume os principais tópicos da matéria. Para ler a reportagem na íntegra (em inglês) clique aqui.

  1. Toda transição conta — e elas são essenciais para ensinar obediência.
  2. Dar e retomar as rédeas para manter o contato.
  3. Monte para frente — mas Carl Hester advertiu que colocar o cavalo para frente sem equilíbrio não é o objetivo, sendo necessário engajar o posterior.
  4. Tenha assento independente — que, para Hester, é o que difere um cavaleiro bom do excelente.
  5. Saia da sela — apoiar-se nos estribos tirando o assento da sela para depois sentar-se é um bom exercício para mostrar como o cavaleiro está sentando-se nas costas do cavalo e também para evidenciar como seu assento interfere na andadura.
  6. Mantenha a mão para frente — Hester disse que a frase de Charlotte Dujardin “rédeas curtas ganham medalhas” não é 100% precisa. Ele explicou que, se a mão estiver na frente da sela, você irá montar para frente e obter movimentos para frente. A mão para frente ajuda a montar para o contato e não da frente para trás.
  7. Use toda a pista — aproveite os lados maiores e menores para diversos tipos de exercícios e a cerca para ensinar ou corrigir os cavalos.
  8. Faça do lado curto seu amigo.
  9. Seja preciso — nos movimentos e nas figuras.
  10. Ao usar o chicote, é importante ter a reação correta.
  11. Abrace a rotina e faça ótimos passeios — cavalos gostam de rotinas regulares de trabalho.
  12. Não sobrecarregue — os trabalhos diários devem ser estruturados em três partes: com 20 minutos de aprendizado precedidos de longo aquecimento e de relaxamento (para “esfriar” o cavalo) no fim da atividade.
  13. Sobre antecipação — Hester diz que os cavalos não são estúpidos e que farão algum nível de antecipação dos movimentos, por isto, os cavaleiros precisam encontrar maneiras de balancear isto.
  14. Seja brilhante — cavalos precisam aprender a fazer os movimentos de forma expressiva e isto começa com estar disposto a correr riscos e cometer erros no treino em casa.

Foto: reprodução Facebook 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s