8 lições de Carl Hester

Transições são importantes; cavalo tem de ser cavalo; busque passo e galope bons (e não trote); dê dias de folga… esses são alguns dos conselhos que o cavaleiro britânico e um dos mais renomados atletas de adestramento Carl Hester compartilhou com os leitores do site da Federação Equestre Internacional (leia matéria, em inglês, aqui). A FEI compilou ensinamentos de Hester no que chamou de uma “prévia de um pouco de sua sabedoria sobre educação, treinamento e produção de cavalos, reunidos a partir de várias clínicas, demonstrações, simpósios e entrevistas”. Confira as dicas.


Apoie_AB

Informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores e anunciantes do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.

Clique e seja um apoiador via Paypal. Você que escolhe o valor!

Você também pode contribuir fazendo um Pix (contato@adestramentobrasil.com) ou anunciando.


1. Pense em um ímã conectando o capacete ao chão — Para além do famoso “ombros para trás”, pensar assim ajuda a sentar-se mais ereto, mais reto e a melhorar sua postura geral na sela.

2. Não compre um trote chamativo — Você tem de comprar um bom passo e bom galope, porque o trote é um andamento fácil de ser melhorado. “Procure transpiste no passo, mas lembre-se de que um passo muito largo, geralmente, significa que não é fácil colocar o cavalo em um bom ritmo”, aponta ele. Carl acrescenta que o temperamento é importante e diz que ele prefere um cavalo com um ótimo temperamento e uma movimentação que não seja excepcional do que um cavalo com movimentação espetacular e um temperamento errado.

Leia também:
– Em entrevista, Carl Hester dá a receita de como fazer um Valegro
– 14 dicas de treinamento de Carl Hester

3. O cavalo deve estar fazendo o trabalho — Para ser um cavaleiro elegante, o cavalo precisa estar carregando você e fazendo o trabalho dele. Isso significa que, à medida que o trabalho avança e melhora, o cavaleiro faz menos e o cavalo mais. “Você não deveria voltar exausto para o estábulo”, diz ele! Se você está trabalhando mais duro do que o cavalo, algo não está certo.

4. Não tenha medo de dias de folga — Os cavalos de Carl e Charlotte Dujardin trabalham quatro dias por semana, inclusive, os de grande prêmio. Sua crença é que os dias de folga dão aos cavalos tempo para aprender e para relaxar, para que o aprendizado não seja estressante e tenso.

5. Faça o aquecimento adequadamente e com um plano — Carl diz que a obediência à mão e à perna deve começar no aquecimento. Segundo ele, no aquecimento deve-se definir o tom para o resto do treino. Ele frequentemente conta que seus cavalos sempre se aquecem por 20-30 minutos antes de começar os trabalhos. O objetivo é que o cavalo alcance o contato, permaneça em equilíbrio e mantenha a energia dos posteriores. “Você deve ser capaz de alongar sem o cavalo correr”, diz ele, e fazer um alongamento bom e relaxado criará swing e cadência.

6. O trabalho lateral deve ser incorporado regularmente — O trabalho lateral é projetado para tornar o seu cavalo flexível, o que é um elemento-chave de reunião e impulsão. Renvers, espádua adentro, apoio, ceder à perna, todos desempenham um papel em manter um cavalo flexível lateralmente e longitudinalmente.

7. Nunca subestime o valor das transições — Um tema recorrente em muitas das entrevistas, clínicas e aparições de Carl é a importância das transições. Afinal, adestramento é quase inteiramente sobre transições. Ele foi citado como tendo dito que você “deve fazer cerca de 200 transições por sessão para tornar o cavalo montável e respondendo às ajudas”.

8. Que os cavalos sejam cavalos — Carl Hester é conhecido por deixar seus cavalos viverem uma vida “normal”. Todos os cavalos vão para os piquetes e todos eles vão para trilhas também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.