“Encerramos com chave de ouro”, diz Alexandre Morais sobre etapa final do ranking SHP

Com quase 70 conjuntos inscritos, a última prova do ranking de adestramento da Sociedade Hípica Paulista (SHP) marcou também a etapa final do campeonato paulista (CPA) e foi decisiva para a consagração do título paulista na categoria forte 2. “Encerramos com chave de ouro. Nosso ranking, neste ano, foi um sucesso junto com a Federação Paulista de Hipismo”, disse Alexandre Morais de Oliveira, diretor de adestramento da SHP.

Em 2017, a média de conjuntos por prova foi de 60 concorrentes, bastante dos 35 a 40 registrados no ano passado. O aumento está relacionado à realização das etapas do CPA junto ao ranking, um formato seguirá em 2018. “A parceria com a FPH está dando certo, vamos mantê-la”, afirmou. Para o ano que vem, o diretor aponta que fará melhorias na organização.

>>> Confira todos os resultados 8ª e última etapa do ranking de adestramento da SHP — 2017

Na prova de 25 de novembro, diversos conjuntos tiveram seus horários alterados devido a conflitos na ordem de entrada, como, por exemplo, mesmo atleta entrando na sequência com dois cavalos diferentes ou no mesmo horário nas duas pistas e ainda animal competindo com atletas diferentes, mas sem ter tempo de aquecimento entre término de uma prova e início de outra.

Os ganhadores de cada série e categoria do ranking de adestramento da SHP serão conhecidos durante evento na hípica em dezembro.

Foto: Thais Cerioni
Ana Luiza Berbara competiu no paraequestre com Zig Field Interagro

A participação na etapa foi diversificada, contando com um conjunto paraequestre, duas amazonas da escola de equitação da SHP disputando na série pônei e cinco conjuntos em cavalos novos, além de 25 competindo na categoria amador e 13 em escola (elementar, preliminar e média 1).

Na prova de grande prêmio, a Micheline Ivette Schulze ganhou com a égua lusitana Brentina (65,533%), seguida de Pia Aragão e Zepelim Interagro (64,900%) e Sarah Waddell com Quixote Arco Polo Z (64,800%).

“Estou com a Brentina há dois anos, sou apaixonada por ela. Sempre me dei bem com fêmea, ela se entende comigo, temos uma parceria muito grande. Ela esteve parada, porque ficou doente, e essa foi a primeira prova depois de dois meses. Fiquei impressionada com ela, porque ela esboçou a passage e esboçou bem a transição, algo que eu estava com dificuldade. Ela fica no meu comando, se eu amolecer um pouco a perna, ela dá uma paradinha; tem de ficar toda hora montando”, contou Micheline Schulze. Para 2018, a amazona gostaria de participar de CDIs para tentar classificar a égua.

Pia Aragao Fellini Interagro
Pia Aragão competiu PSJ com Fellini Interagro

Depois de fazer a série cavalos novos 7 anos, Pia Aragão estreou Fellini Interagro na reprise prêmio São Jorge, na forte 2. “O Fellini é bastante jovem, mas a prova de 7 anos é tipo uma mini PSJ, então, ele está fazendo os movimentos. Foi a primeira prova dele. Todas as coisas difíceis, como pirueta, apoio e mudanças, ele fez bem”, contou Aragão. A amazona embarca em janeiro para temporada de provas em Wellington, na Flórida (EUA). Lá o Fellini fará small tour e o Zepelim, big tour.

>>> Quer receber as notícias por WhatsApp? Envie número para contato@adestramentobrasil.com 

Fotos: Thais Cerioni

One thought on ““Encerramos com chave de ouro”, diz Alexandre Morais sobre etapa final do ranking SHP”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s