Rodolpho Riskalla e Don Frederic 3 vencem CPEDI 3*em Mannheim com 73,821%

O brasileiro Rodolpho Riskalla segue colecionando vitórias no exterior. Montando Don Frederic 3, ele venceu, no último sábado (8/5), a prova da reprise individual no grau 4 no Concurso Paraequestre Internacional Maimarkt Turnier CPEDI 3*em Mannheim, na Alemanha. Riskalla e Don Frederic 3 fizeram 73,821%, garantindo a primeira colocação. Neel Schakel, da Holanda, ficou em segundo com Edison e 72,886%. “O cavalo foi superbem”, contou ao Adestramento Brasil.   


Apoie_AB

Informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores e anunciantes do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.

Clique e seja um apoiador via Paypal. Você que escolhe o valor!

Você também pode contribuir fazendo um Pix (contato@adestramentobrasil.com) ou anunciando.


Agora, o plano é disputar o CPEDI 3* de Munique, também na Alemanha e com Don Frederic 3. “Vou fazer, daqui a duas semanas, o internacional de Munique. A gente acaba ficando um pouco fora de forma depois de muito tempo sem provas, mas agora conseguimos ter duas provas meio que seguidas”, contou.

Don Frederic 3 é um hannoveriano de 12 anos de propriedade da brasileira Tania Loeb Wald. “Agradeço muito de ela me deixar montar o cavalo; é uma grande oportunidade poder ter ele aqui comigo e poder usá-lo em prova”, disse.

Temporada de provas

Em abril, Riskalla competiu com Don Henrico no CDI 1* de Hagen, na Alemanha. Disputando com 15 conjuntos a prova prêmio São Jorge, ele terminou na oitava colocação com porcentual final de 68,853%— Nanna Skodborg Merrald, da Dinamarca, venceu com 74,441% montando Blue Hors Farrell. Na intermediária 1, Riskalla e Don Henrico ficaram em nono com 68%. Merrald e Farrell também ganharam (74,824%). “O cavalo foi muito bem, está super em forma! Nas reprises tive comentários muito positivos”, disse sobre Don Henrico.

Além dessa, antes do surto de EHV-1, que fez com que provas fossem canceladas na Europa, Riskalla havia disputado e ganhado as três provas do Concurso de Adestramento Paraequestre Internacional (CPEDI 3*) de Al Shaqab, realizado de 25 a 29 de fevereiro em Doha, no Catar. Na ocasião, ele se apresentou com Don Frederic 3, com quem está inclinado a participar da olimpíada.

O atleta está garantido em uma das duas vagas individuais às quais o Brasil teve direito, após perder a cota por equipe para o Canadá no Paralímpico. O brasileiro, que mora na França, já revelou que acredita ter chances reais de medalha nos Jogos. Além disso, um de seus planos de longo prazo é disputar uma olimpíada. É uma meta para Paris 2024.

Foto: cedida por Riskalla / crédito Ralf Kuckuck

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.