“A qualidade de um cavaleiro não se mede pela série que ele se apresenta”, diz Natacha Waddell

Copa-CHSA-patrocinadores-selo A mudança de série deve ser sempre muito bem estudada pelos atletas para que o desempenho do conjunto esteja dentro do solicitado nas provas. “Antes de se aventurar [em uma prova mais forte], é preciso realmente ter os movimentos perfeitamente entendidos nos treinos do dia a dia. Eu sei que a tentação é grande de passar para a prova de cima, mas se deve pensar muito mais do que está sendo pensado”, destacou a juíza internacional FEI 4* Natacha Waddell.

Waddell fez uma analogia com as provas de salto para exemplificar a questão. “Se faz oito pontos pulando 1,20 m, na próxima semana, não pode ir para 1,30 m. Não é assim, porque fazendo deste jeito você pode eventualmente se machucar e machucar o seu cavalo. No caso do adestramento, vai pegar uma pontuação bem ruim”, disse.

Ao comentar as provas de julgou na sexta etapa da Copa CHSA, Waddell apontou que julgou provas muito bacanas dentro das séries nas quais as pessoas se inscreveram, mas que, infelizmente, de novo, viu muitos conjuntos pulando etapas. “Sejam pessoas que poderiam ter porcentagem bem razoável em uma elementar e que se apresentaram na preliminar, onde começa a ter um pouco de alongamento de trote e de galope, introduzido a cessão à perna. E aí, se as bases não estão bem compreendidas pelo cavalo e pelo cavaleiro, as notas não podem subir muito. O mesmo para média 1, que tem espádua adentro, travers e mudança de pé simples, que são figuras difíceis”, avaliou.

Acompanhe a página especial com a cobertura completa da temporada 2019 da Copa Santo Amaro de Adestramento

Durante a entrevista, Natacha Waddell ressaltou que os atletas não podem imaginar nem por um segundo que são cavaleiros menos importantes, porque montam uma preliminar e nem mais importante, porque montam forte 1 ou média 2. “Existem excepcionais cavaleiros que só montam cavalos novos e cavaleiros excepcionais que só montam cavalos de preliminar e média 1, porque depois vendem muito bem para outro tipo de cavaleiro”, explicou. “A qualidade de um cavaleiro não se mede pela série que ele se apresenta”, acrescentou.

No Brasil, não existe uma nota mínima ou teste para sinalizar ou permitir que cavaleiros avancem de nível, cabendo, assim, ao atleta e/ou ao treinador a responsabilidade de fazer esta avaliação. Questionada sobre qual nota o conjunto deveria estar atingindo antes de pensar em subir de série, Waddell defendeu que deve ser entre 65% e 66%. “Este é o mínimo para passar para a próxima etapa de uma maneira confortável tanto para o cavaleiro quanto para o cavalo.”

Ela lembrou que é ilusão achar que fazendo, por exemplo, 62% em uma série inferior, ao subir, vai alcançar 65%. “Também tem de se ter certo nível de notas constantes para se pensar em passar para a prova seguinte.”

Um júri de campo composto de cinco juízes foi o diferencial da sexta etapa da Copa Santo Amaro de Adestramento, batizada de 3[SEG], realizada no dia 24/08. A prova, que valeu para o Troféu Eficiência, da Federação Paulista de Hipismo, e para o Desafio Brasil, teve quase 50 conjuntos competindo e a preliminar amador como a mais concorrida.

Na pista 1, na qual ocorreram as provas válidas para o Desafio Brasil, as séries preliminar, média 1, média 2, forte 1 e forte 2 foram julgadas por Sandra A. Smith de Oliveira Martins, Claudia Moreira de Mesquita, Márcio Navarro de Camargo, Natacha Waddell e Lindinha Macedo.  Confira matéria completa aqui.

Leia também: Quando subir de série? Juízes explicam nota-alvo e o que mais considerar


Apoie_AB_PayPalApoie o jornalismo profissional
Desde o lançamento, Adestramento Brasil leva informação confiável e relevante, ajudando aos leitores a compreender a modalidade. Não fechamos o conteúdo para assinantes. Por isto, contamos com a colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.


2 respostas para ‘“A qualidade de um cavaleiro não se mede pela série que ele se apresenta”, diz Natacha Waddell’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.