Tag: Reprises

CBH publica reprises nº 2 traduzidas

A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) publicou as reprises de número dois traduzidas para as séries elementar, preliminar, média 1, média 2 e forte 1. Ao todo, cada série conta com três reprises diferentes, cujo grau de dificuldade aumenta de uma para outra. As folhas das provas de número um haviam sido inicialmente traduzidas e divulgadas no começo de fevereiro, porém, com erros que foram posteriormente corrigidos pela confederação. Ainda faltam ser traduzidas as reprises de número três. O regulamento 2020 da CBH para adestramento também não foi publicado até a presente data.

Leia mais

CBH publica reprises nº1 traduzidas, mas com muitos erros

Faltando menos de 20 dias para o início da temporada 2020 de provas de adestramento — em 29 de fevereiro ocorrem a 1ª etapa da Copa Santo Amaro e a 1ª etapa do Ranking de Adestramento da Federação Hípica de Brasília (confira o calendário) — a Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) publicou, por volta das 12 horas desta segunda-feira 10/02, apenas as traduções das reprises número 1; e há muitos erros nas traduções. Leia mais

Novas reprises nacionais já estão valendo

As provas de adestramento passam a contar com novas reprises em 2020, conforme este noticiário havia adiantado. A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) publicou, nessa semana, em seu site os novos testes válidos a partir da temporada deste ano. Porém, apenas estão disponíveis as versões em inglês.
Leia mais

Reprises FEI atualizadas já estão valendo

As reprises internacionais atualizadas da Federação Equestre Internacional (FEI) passaram a valer em 1º de janeiro deste ano. Entre os testes que tiveram mudanças estão intermediária 1, intermediária A, intermediária B, intermediária 2 e grande prêmio. Leia mais

“A qualidade de um cavaleiro não se mede pela série que ele se apresenta”, diz Natacha Waddell

Copa-CHSA-patrocinadores-selo A mudança de série deve ser sempre muito bem estudada pelos atletas para que o desempenho do conjunto esteja dentro do solicitado nas provas. “Antes de se aventurar [em uma prova mais forte], é preciso realmente ter os movimentos perfeitamente entendidos nos treinos do dia a dia. Eu sei que a tentação é grande de passar para a prova de cima, mas se deve pensar muito mais do que está sendo pensado”, destacou a juíza internacional FEI 4* Natacha Waddell. Leia mais