Desafio Brasil: SP lidera, mas, na comparação por série, notas em Brasília foram maiores

Na comparação por séries e categorias, a etapa de São Paulo do Desafio Brasil, realizada junto com a 6ª etapa da Copa CHSA em 24/08, teve notas mais baixas que as registradas na primeira prova da competição realizada em Brasília em 17/08. No entanto, na soma dos três melhores resultados, a equipe paulista está na frente com 197,704%, seguida da brasiliense com 197,047%.


Apoie_AB_PayPalApoie o jornalismo profissional
Desde o lançamento, Adestramento Brasil leva informação confiável e relevante, ajudando aos leitores a compreender a modalidade. Não fechamos o conteúdo para assinantes. Por isto, contamos com a colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.


Na capital federal, foram computadas notas em sete séries e categorias e, em São Paulo, dez. Cinco delas tiveram concorrentes em ambos os lugares, sendo que em apenas uma — a preliminar profissional — a nota do concorrente paulista foi maior. Para efeito da classificação do Estados são levados em consideração os três melhores resultados computando todas as séries e categorias participantes.

>>> Acompanhe o compilado comparando as notas por série e categoria do Desafio Brasil

Em Brasília, os conjuntos com os maiores porcentuais foram Simitri Drummond montando Sarah CHP, com 64,808%, Matheus Soares com Oportuno do Rincão e 66,406% e Major Pingueli montando Feitor do Rincão com 65,833%. Em São Paulo, a maior nota foi atribuída ao conjunto Sérgio Castany de Fiori e Hiroshi AMM (66,026%), seguido de Ricardo Nardy Silva com Impacto dos Diamantes (65,897%) e Isabela Renault Travassos (65,781%).

O Desafio Brasil de Adestramento começou a ser implantado em 2016, quando a equipe Rio Grande do Sul foi a campeã totalizando 195,780%. Logo atrás, com 195,130%, o Rio de Janeiro foi vice e Brasília ficou em terceiro com 194,566%. O Desafio Brasil é uma prova estadual, que pode ser realizada junto com um ranking da federação, para a qual a CBH designa um juiz nacional para se deslocar e fazer o julgamento em C. A diretora de adestramento da Confederação Brasileira de Hipismo, Sandra Smith de Oliveira Martins, foi a juíza em C, tanto em Brasília quanto em São Paulo.

Na capital federal, foram computadas notas para as seguintes séries e categorias: elementar amador (63,654%); elementar minimirim (64,808%); preliminar amador (66,406%); preliminar profissional (63,125%); média 1 profissional (63,590%); média 2 amador (64,359%) e forte 1 amador (65,833%).

Em São Paulo, foram: elementar profissional (64,744%); preliminar amador (64,688%); preliminar profissional (65,156%); média 1 amador (59,605%); média 1 profissional (62,237%); média 2 amador (61,282%); média 2 profissional (66,667%); forte 1 amador (56,667%); forte 1 profissional (64,444%); e forte 2 profissional (63,382%).

>>> Resultados da etapa de São Paulo do Desafio Brasil | Resultados da etapa de Brasília| Regulamento do Desafio Brasil

Em setembro, o Desafio Brasil terá etapa no Rio Grande do Sul (14 e 15/09) e em Minas Gerais (28 e 29/09). Em outubro, ainda carecendo confirmação, será a vez do Rio de Janeiro, nos dias 11 e 12. E, entre 2 e 3 de novembro, será a vez do Paraná.

Para tirar todas as dúvidas acerca da disputa, Adestramento Brasil pediu à diretora de adestramento da CBH, Sandra Smith Martins, que respondesse às perguntas enviadas a ela por e-mail. O objetivo foi esclarecer os mais diversos pontos sobre o Desafio Brasil. Confira neste link a entrevista completa.

Recordes do Ano
Em meados de agosto, após a inclusão dos resultados das provas do Ranking de Adestramento da Federação Hípica de Brasília (FHbr) e do Campeonato Brasiliense de Adestramento, seis categorias tiveram seus recordes de notas alterados.

Em três casos — iniciante amador, elementar amador e forte 1 amador —, os porcentuais finais passaram dos 70%. O Recordes do Ano é uma iniciativa de Adestramento Brasil, que compila e compartilha os melhores resultados das provas oficiais. Leia a matéria completa.

2 respostas para ‘Desafio Brasil: SP lidera, mas, na comparação por série, notas em Brasília foram maiores’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.