FEI cancela Campeonato Europeu de Adestramento em 2021

A Federação Equestre Internacional (FEI) cancelou o Campeonato Europeu 2021 nas disciplinas olímpicas e paralímpica de salto, CCE, adestramento e adestramento paraequestre devido ao adiamento dos Jogos de Tóquio para o próximo ano. Os campeonatos europeus de atrelagem e volteio não serão afetados e ocorrerão na capital húngara de Budapeste de 23 de agosto a 5 de setembro de 2021.


Apoie_AB_PayPalSe você acompanha a nossa cobertura, sabe que informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Clique e seja um apoiador. Você que escolhe o valor!

Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


O cancelamento deve-se à proximidade do campeonato aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos que foram remarcados para de 23 de julho a 8 de agosto de 2021 e de 24 de agosto a 5 de setembro de 2021, respectivamente.

O Conselho da FEI concordou que o processo de licitação para o Campeonato Europeu de 2021 nessas quatro disciplinas não será reaberto, pois todos os organizadores enfrentariam os mesmos desafios de tentar sediar grandes campeonatos em datas muito próximas aos Jogos de Tóquio.

Em nota, secretária geral da FEI, Sabrina Ibáñez, esclareceu que, juntamente com os comitês organizadores de Budapeste e Haras du Pin, na França e onde ocorreria o Campeonato Europeu de CCE, bem como as federações nacional húngara e francesa, foram examinadas todas as opções possíveis para tentar salvar os campeonatos europeus em 2021, mas chegou-se à decisão de que não seria possível ter esses eventos importantes tão próximos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos no próximo ano.

“Embora existam alguns países capazes de enviar equipes fortes para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos e também para os Campeonatos Europeus nas quatro disciplinas, precisamos oferecer condições equitativas a todos os países elegíveis e simplesmente não podemos fazer isso nesse caso. Então, concordamos que o foco deve estar em Tóquio no próximo ano”, disse a secretária, que afirmou que a FEI continuará a apoiar Budapeste.

“Foi a primeira vez que um país da Europa Central ganhou a oportunidade de organizar o prestigioso Campeonato Europeu multidisciplinar da FEI”, disse também em nota Dorottya Stróbl, membro do conselho do comitê organizador de Budapeste e secretária-geral da Federação Nacional Húngara. “Acreditamos firmemente que o evento serviria como uma alta motivação para os proprietários e patrocinadores na Hungria e nos países vizinhos e promoveria o esporte em nível de elite, mas entendemos que os desafios significativos da realização de grandes Campeonatos da FEI em um ano de Olimpíada e Paraolimpíada fizeram com que, infelizmente, o cancelamento fosse inevitável. No entanto, continuaremos a trabalhar para garantir o mais alto nível do esporte europeu de FEI de condução e salto em Budapeste no próximo ano”, ressaltou.

As discussões em torno de outros campeonatos da FEI, incluindo os europeus em 2023, serão realizadas durante a reunião de videoconferência do Conselho da FEI no próximo mês, de 23 a 25 de junho.

Saiba mais:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.