De olho em WEG 2018, Giovana Pass leva GP com 69,300%

“Foi a melhor prova que eu já fiz”, revelou em entrevista em vídeo ao Adestramento Brasil a amazona brasileira Giovana Pass. A atleta não competia com Zingaro de Lyw desde os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Montando seu puro sangue lusitano, a amazona obteve nota de 69,300% e venceu, na última sexta-feira (30/6), a prova Grande Prêmio, válida para obtenção de índice para classificação para os Jogos Equestres Mundiais (FEI WEG — World Equestrian Games), que ocorrem em setembro de 2018 em Tryon, nos Estados Unidos. “Além da nota, foi a sensação de pedir e ele fazer tudo. Não estava nervosa, nem me sentido pressionada. É o cavalo da minha vida”, acrescentou.

No domingo (02/07), Pass também fez a maior pontuação e sagrou-se campeã na prova Freestyle Grand Prix, com 71,460%, seguida de Mauro Pereira da Silva Junior e Banzai AMM, com 67,165%, e Leandro Silva com DiCaprio no terceiro posto com 66,725%.

No GP de sexta-feira (30/6), Silva também obteve índice para WEG. Montando o oldenburger DiCaprio, o medalhista pan-americano e cavaleiro olímpico ficou na segunda colocação, com nota de 68,260%. DiCaprio é o mesmo cavalo que o cavaleiro montou na conquista do bronze por equipes e o 6º posto individual em Toronto 2015.

Em entrevista, Silva contou que sua meta é elevar a nota de DiCaprio para 70% a fim de disputar vaga para os Jogos Mundiais. Confira a matéria aqui.

O primeiro Campeonato de Adestramento Internacional (CDI*3) deste ano foi realizado de 30/06 a 2/7, na Sociedade Hípica Paulista, e teve o júri de campo formado pelo juiz olímpico Stephan Clarke, da Grã Bretanha; o chileno Max Piraino Lyon; o argentino Cesar Lopardo Grana e a brasileira Sandra Smith de Oliveira Martins. A presidência do júri coube à juíza internacional brasileira Claudia Mesquita.

Ao avaliar o CDI3*, Clarke elogiou a organização e a estrutura do evento, mas lamentou a pouca quantidade de conjuntos inscritos. “Houve erros que custaram caro aos cavaleiros”, comentou. “Os conjuntos brasileiros estão iniciando os trabalhos das seletivas para o WEG. No GP, tivemos conjunto que melhorou em relação ao Rio 2016”, pontuou a juíza Claudia Mesquita.

Para classificar para o WEG 2018, os conjuntos precisam obter notas acima de 66% com pelo menos um juiz 5*. A obtenção dos índices mínimos é pré-requisito obrigatório. Cm base nisto, a Confederação Brasileira de Hipismo escolhe os conjuntos que representarão o Brasil nos Jogos Mundiais.

Grande Prêmio – big tour (realizado em 30/06/2017)

1º Giovana Pass / Zingaro de Lyw – BRA – 69,300%
2º Leandro Silva / DiCaprio – BRA – 68,260%
3º Mauro Pereira Junior / Banzai AAM – BRA – 65,500%
4º Luiza Tavares de Almeida / Aoleo – BRA – 64,760%
5º Sarah Waddell / Quixote Arco Polo Z – BRA – 64,720%

Confira todos os resultados aqui.

Anúncios

4 respostas para ‘De olho em WEG 2018, Giovana Pass leva GP com 69,300%’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s