Isabell Werth fala à FEI sobre rotina na quarentena, cavalos que a marcaram e sonho de levar Bella Rose a Tóquio

Atleta com maior número de medalhas da história do esporte equestre, a alemã Isabell Werth está passando o tempo de quarentena e afastamento social em sua fazenda perto de Düsseldorf, na Alemanha. Em uma longa conversa com a Federação Equestre Internacional (FEI), Werth contou que está tentando tirar coisas boas de tudo que está passando, falou sobre os cavalos que mais a marcaram e que sonha em levar Bella Rose aos Jogos Olímpicos de Tóquio, postergados para meados de 2021. “Tenho mais tempo para me concentrar nos meus cavalos jovens, passar mais tempo com a família, com todos os cavalos e nos estábulos, especialmente, agora na primavera [no hemisfério Norte] quando há muito que fazer”, disse.

Werth mora em sua fazenda perto de Düsseldorf com três gerações da família, o que requereu ajustes para manter todos seguros. Ela disse que seus pais ainda estão muito bem e que espera que possa manter o vírus longe. “Tentamos continuar normalmente, mas mantemos distância. No começo, foi muito difícil para meu filho [Frederik, 10 anos] não visitar meus pais, mas agora ele está um pouco mais acostumado com isso e tudo bem”, relatou na entrevista à Louise Parkes, da FEI.

Parkes se mostrou surpresa ao descobrir que a grande Isabell Werth, conhecida no esporte como “a rainha”, é como muitas meninas tão apaixonadas por cavalos e por esportes equestres; e que Werth também fora uma criança louca por pôneis e que, de certa forma, ainda está vivendo esse sonho.

A seguir, Adestramento Brasil traduz os principais trechos da matéria.


Apoie_AB_PayPalSe você acompanha a nossa cobertura, sabe que informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Clique e seja um apoiador. Você que escolhe o valor!

Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


Heróis
Werth citou que, na infância, lia livros de Bille e Zuttel sobre uma garotinha e seu pônei. Quando montar se tornou algo mais sério, admirava todos os grandes nomes como Reiner Klimke e Margot Otto-Crepin (vencedora da Copa do Mundo de Adestramento da FEI em 1989 e que faleceu no último 19 de abril) e falou sobre quando começou a treinar com o Dr. Schulten-Baumer e a medalhista olímpica de ouro Nicole Uphoff estava no estábulo, em uma época que contava ainda com Christine Stuckelberger e Anne-Grethe Jensen, entre tantos outros.

Influências
Questionada sobre as pessoas que mais a influenciaram, Werth citou Dr. Schulten-Baumer, mundialmente famoso treinador de adestramento, apelidado de Der Doktor. “Ele me ensinou a fazer um cavalo e sobre gestão. Ele estava sempre pensando no futuro e em como lidar com coisas inesperadas, então, eu estava muito bem-preparada para o que aconteceu mais tarde na minha carreira. Quando finalmente tive meu próprio estábulo, tudo aquilo tinha me dado uma base sólida.”

A segunda pessoa, disse, é Madeleine Winter-Schulze, uma grande patrocinadora de atletas equestres alemães, incluindo ela mesma. “Essas duas pessoas foram e são as mais importantes durante minha carreira de montaria ao lado de meus pais, meu parceiro (Wolfgang Urban) e minha família.”

Isabell Werth com Satchmo | Foto: FEI / Kit Houghton

Cavalos
Werth disse que o que você mais gosta é estar no meio dos cavalos, trabalhando com eles, apenas montando e estando em seu próprio mundo. Questionada sobre o cavalo que você mais gostou, a alemã respondeu que Gigolo, Satchmo e agora Bella Rose foram os cavalos mais importantes da sua vida. “No momento, tenho Weihegold e, claro, eu a amo e tivemos um grande sucesso juntas, mas é algo diferente de Satchmo, por exemplo”, disse.

“Hoje ele estava no pasto quando eu estava voltando da pista com Weihegold. Eu estava conversando com ela sobre o fato de que deveríamos estar em Las Vegas realizando nosso freestyle [na data da entrevista à FEI], quando Satchmo apareceu para me lembrar que ele estava lá comigo há 11 anos”, completou. Werth e Satchmo classificaram-se em segundo na final da Copa do Mundo de Adestramento da FEI de 2009.

“Vê-lo pastando com o pequeno pônei Kelly, vindo até mim e depois descendo para comer mais grama sem se importar com o mundo; e sentir Weihe tão acordada e tão interessada é algo especial para mim pessoalmente. Ela ainda está gostando do esporte e ele está tão feliz em sua aposentadoria; ninguém mais vê esse momento, mas isso me faz sentir tão bem!”

Werth contou que aposenta os cavalos em sua fazenda. Satchmo é o mais velho agora, completando 26 anos em maio. A First Class ainda está lá; e Fabienne, Anthony e Gigolo ficaram com eles até os 25, 26, 29 anos. “Foi muito bom tê-los e também mantê-los até o dia em que morreram — isso foi e é para mim muito importante, pois eles foram muito mais do que apenas cavalos de sucesso no grande prêmio.”

Cavalos excepcionais
O melhor cavalo que você já montou? Bella Rose, respondeu Werth, explicando que ela é a melhor que já teve, a única capaz de fazer tudo e você pode sentir que sempre há algo mais possível, o que a torna tão incrível.

Corlandus de Margit Otto-Crepin, Totilas, Valegro e Mistral Hojris foram cavalos citados por Werth quando perguntada quais cavalos top ela gostaria de ter montado.

Lidar com pressão
“É uma questão de disciplina. Eu tive um professor muito bom no Dr. Schulten-Baumer. Você encontrará muitas fotos minhas chorando em momentos de sucesso, mas tenho certeza de que você não encontrará em nenhuma delas um choro de decepção. Quando estou realmente decepcionada, resolvo sozinha. E não é porque estou mais velha agora, sou assim desde os 20 anos.”

Pandemia
“Acho que é um momento difícil, mas tenho certeza de que vamos passar por isso e não será um desastre como algumas pessoas pensam agora. Mas com certeza isso parece abrir mais a lacuna, mesmo em nosso pequeno mundo dos cavalos, entre os ricos e as pessoas que não são tão ricas. Eu acho que todo mundo vai perder de alguma forma; e isso coloca mais responsabilidade sobre os que estão no banco do motorista. Pela primeira vez em 30 anos, o Himalaia é visível de uma distância longa. Parece que a Terra está se afastando um pouco de nós; a natureza está nos dizendo algo importante. Então, por enquanto, temos de nos acalmar e saber que a vida é possível sem aviões, sem carros, sem muitos negócios. A vida continuará — com ou sem o vírus — é apenas uma questão de como passar por isso.”

Competições
“Talvez voltemos a algum tipo de competição em setembro ou outubro, mas isso dependerá da rapidez com que uma vacina pode ser encontrada. Este é um vírus muito infeccioso e está deixando todo mundo com muito medo. Espero que até o fim do ano possamos ver luz no fim do túnel.”

Jogos Olímpicos de Tóquio
“Para muitos atletas que queriam terminar sua carreira em 2020, o adiamento [tem um impacto] enorme. No meu caso pessoal, digo que é azar, talvez os cavalos estivessem na melhor forma neste ano, mas tudo bem, agora temos de nos ajustar e nos preparar para 2021. Todos os meus três são jovens e em forma o suficiente para competir no próximo ano, mas tenho tempo suficiente no esporte para saber que qualquer coisa pode acontecer entre agora e depois. No final, eu mantenho meu sonho de ir com Bella às Olimpíadas, mas todos aprendemos algo muito importante nos últimos meses. Podemos ter nossas esperanças e sonhos, mas nada vale mais que nossa saúde.”

Foto: Isabell Werth e Bella Rose em WEG-Tryon em 201

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.