Campeã sênior top no Paulista, Micheline Schulze mira CDIs de 2021

Micheline Ivette Schulze se apresentou com duas montarias no Campeonato Paulista de Adestramento (CPA) 2020, realizado na Sociedade Hípica Paulista, em 17/10, e levou o título de campeã sênior top (grande prêmio) com a puro sangue lusitano Brentina Comando SN. Em entrevista em vídeo, ela contou sobre seus planos de entrar em concursos de adestramento internacionais em 2021, sobre o treinamento com Brentina e Matisse, no Brasil, e sobre o cavalo que está na Europa.


Apoie_AB

Se você acompanha a nossa cobertura, sabe que informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Clique e seja um apoiador. Você que escolhe o valor!

Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


A atleta contraiu covid-19 em março, o que a obrigou a ficar um tempo sem montar. Quando os rankings internos das hípicas retomaram, Micheline Schulze voltou às provas. “Estou tendo ajuda do Vinicius [Miranda] debaixo, porque é duro você montar grande prêmio sem ajuda e eu não tenho professor, então, praticamente estou fazendo o outro cavalo, o Matisse, sozinha. Estou curtindo, porque acho que amadureci muito em cima do cavalo e agora já estou entendo qual é a pegada do GP e os dois cavalos que eu tenho são bons, acredito neles”, contou. Mika também está com um cavalo de grande prêmio na Alemanha.

Para 2021, Micheline Schulze planeja entrar nos CDIs. “Sempre foi um desejo meu participar de grandes torneios, como já aconteceu anteriormente com o cavalo Frapé”, disse. Schulze compôs a equipe brasileira nos Jogos Pan-Americanos de 1999 em Winnipeg, no Canadá, e em 1995 em Buenos Aires (Argentina). Confira aqui a retrospectiva da participação brasileira nos Pans.

A amazona também está avaliando se deixa o cavalo na Alemanha ou o traz ao Brasil — tudo vai depender das perspectivas se haverá ou não os Jogos Olímpicos de Tóquio, postergados para 2021 devido à pandemia da Covid-19. “É um cavalo muito bacana, que já fez CDIs importantes e acredito que vou aproveitar bastante”, contou.

Assista à entrevista:

Leia também:

Uma resposta para “Campeã sênior top no Paulista, Micheline Schulze mira CDIs de 2021”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.