Tag: Jogos Sul-Americanos

Vinicius Miranda: “Acredite em uma linha de trabalho e siga até o fim”

Vinicius Miranda era bem pequeno quando começou a montar por incentivo de seu avô materno e o adestramento entrou em sua vida quando tinha 14 anos. Hoje, aos 26, integra o Time Brasil nos Jogos Sul-Americanos de Assunção, montando Biso das Lezírias, e também montou seu próprio centro de treinamento. “Monte o máximo de cavalos que puder, veja o máximo de provas que puder, acredite em uma linha de trabalho e vá até o fim”, compartilhou com Adestramento Brasil, na entrevista antes de embarcar para o Paraguai e na qual ele conta um pouco da sua trajetória e compartilha expectativas para o Odesur.

Continue lendo “Vinicius Miranda: “Acredite em uma linha de trabalho e siga até o fim””

Duda Lima sobre Odesur: “Chegar aqui foi o maior desafio”

“Chegar aqui foi o maior desafio; e a maior conquista foi a classificação para o Time Brasil para o Odesur”, destacou Eduardo Alves de Lima, o Duda, em entrevista ao Adestramento Brasil antes de embarcar para o Paraguai onde representará o Brasil em jogos internacionais pela primeira vez em sua carreira. Montando Florisbela VO, o cavaleiro da Coudelaria Ilha Verde sabe que o sucesso vem depois de trabalhar bastante e dedicar muito tempo de sua vida aos cavalos. Na entrevista a seguir, ele conta um pouco da sua trajetória e compartilha expectativas para o Odesur.

Continue lendo “Duda Lima sobre Odesur: “Chegar aqui foi o maior desafio””

Paulo Cesar dos Santos: “Trabalhe, acredite e sempre aprenda com as derrotas”

Paulo Cesar dos Santos e Fidel da Sasa JE vêm de uma trajetória de fortes disputas para integrar a equipe brasileira de adestramento. Em 2019, o conjunto disputou os CDIs 3* que serviram como seletivas para escolha do Time Brasil para os Jogos Pan-Americanos de Lima, mas não acabou selecionado. No ano seguinte, início da pandemia, Santos trabalhou em casa focado em evoluir o Fidel. Foi campeão brasileiro sênior em 2020 e vice-campeão em 2021 — sempre com Fidel. Agora, nas seletivas para o Odesur do Paraguai, o conjunto obteve o maior número de vitórias nas seletivas. Conheça, na entrevista a seguir, um pouco do cavaleiro da Fazenda Sasa.

Continue lendo “Paulo Cesar dos Santos: “Trabalhe, acredite e sempre aprenda com as derrotas””

Murilo Machado: “O essencial é simples e, no adestramento, o tempo é o nosso melhor amigo”

Aos 26 anos, Murilo Augusto Machado está realizando um sonho: integrar a equipe brasileira nos Jogos Sul-Americanos de Assunção. Com Jorge VO, o cavaleiro da Coudelaria Ilha Verde foi escalado como reserva do time de adestramento no Odesur do Paraguai. Ele conquistou a vaga no CDI 3* no Centro Hípico de Tatuí, em agosto último — leia mais aqui. Na entrevista a seguir, o jovem cavaleiro conta como começou no adestramento, diz que dominar a área, da montaria à limpeza de baias, é algo que leva ao sucesso, revela suas expectativas para o campeonato e pondera que “o essencial é acreditar que se pode e dar o seu melhor todos os dias, pois é no dia a dia, nos detalhes e nas coisas que parecem pequenas que o resultado vem”.

Continue lendo “Murilo Machado: “O essencial é simples e, no adestramento, o tempo é o nosso melhor amigo””

Odesur 2022: somente quatro países competem por equipes

Apenas Argentina, Brasil, Equador e Uruguai levarão times para competir por equipes no adestramento nos Jogos Sul-Americanos do Paraguai, que começam dia 1º de outubro em Assunção. Além destes, o país-sede e o Chile têm, cada um, apenas um conjunto, disputando, portanto, a medalha individual. O Peru, que inscreveu quatro conjuntos na lista preliminar (nominated entries), não consta na lista de entradas definitivas. O documento mais recente e que traz a “master list” foi publicado pela Federação Equestre Internacional, na página especial do Odesur de Assunção, no último dia 21 de setembro.

Continue lendo “Odesur 2022: somente quatro países competem por equipes”