Principais decisões da assembleia geral da FEI para o adestramento

A Federação Equestre Internacional (FEI) realizou sua assembleia geral de 18 a 21 de novembro em Montevidéu, no Uruguai. O evento contou com a participação de 250 delegados, representando 106 das 134 federações nacionais que englobam a FEI, e tomou decisões importantes sobre o futuro do esporte. Adestramento Brasil reúne as principais medidas aprovadas: 

  • Depois da decisão de Šamorín, na Eslováquia, de não sediar mais os Jogos Equestres Mundiais (WEG) de 2022, a FEI reabrirá o processo de escolha do local.
  • Aprovados os procedimentos de qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 para as três modalidades (salto, adestramento e CCE), que agora segue para aprovação final do Comitê Olímpico Internacional (COI). Leia matéria sobre o que mudou e confira aqui a íntegra do documento.
  • A FEI retirou de votação a proposta conhecida por “HiLoDrop” que tinha como objetivo mudar as regras de julgamento das competições de adestramento introduzindo o descarte da maior e da menor notas. A mudança havia sido sugerida pelo grupo de trabalho de juízes de adestramento da FEI (DJWG, na sigla em inglês para dressage judging working group) e vinha sendo discutida nas reuniões técnicas. Leia a matéria aqui.
  • O holandês Frank Kemperman foi reeleito chair do comitê de adestramento da FEI para um período de quatro anos, (2017-2021).
  • Introdução da reprise estilo livre em medium tour (medium tour freestyle test). Veja mais no documento da FEI.
  • Aprovação de mudança nas notas do grau de conjunto (collective marks), com substituição de andaduras, impulsão e submissão por um único critério de posição e assento do atleta. Documento aqui.
  • A próxima assembleia geral será em Manama (Bahrain) nas datas previstas de  16 a 20 de novembro.
  • A alemã Isabell Werth recebeu o prêmio de melhor atleta do ano na nona edição do FEI Awards Gala 2017.
  • Alan Davies, da Grã-Bretanha, foi reconhecido como melhor tratador (FEI Best Groom Award) devido ao seu trabalho com Charlotte Dujardin e Carl Hester. Veja vídeo!

>> Quer receber as notícias por WhatsApp? Envie número de telefone (com DDD) para contato@adestramentobrasil.com 

Assembleia geral
Na abertura da assembleia, o presidente da FEI, Ingmar de Vos, destacou o crescimento do hipismo mundialmente, com aumento de 8% no número de eventos e de quase 5% na quantidade de atletas registrados, e apresentou o balanço financeiro da entidade. A FEI fechou 2016 com receita líquida de 67.535.434 francos suíços (R$ 215,65 milhões) e gastos de 66.426.273 francos suíços. A previsão de receita para 2017 é de 43.598.715 francos suíços (cerca de R$ 143 milhões) — veja aqui o relatório financeiro.

Anuncie_adestramento

Todos os documentos oficiais e de trabalho relacionados à assembleia geral, incluindo não só a revisão das regras da FEI, como também a agenda da assembleia geral e/ou os anexos relevantes estão disponíveis online.

De acordo com a FEI, a medida tem como objetivo melhorar o processo de boa governança pelo qual as federações olímpicas internacionais de esportes estão atualmente passando e está em linha com o princípio da transparência definido pela Associação das Federações Olímpicas Internacionais (ASOIF — Association of Sports Olympic International Federation).

Assista às sessões:

Leia aqui o resumo (em inglês) da assembleia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s