Na preparação para Asu 2022, julho tem dois CDIs

O mês de julho deve ser um dos mais agitados em termos de provas em São Paulo. Serão dois concursos internacionais — um CDI 2* em Tatuí e um CDI 3* na capital — com a presença de juízes estrangeiros, além de concurso nacional (CAN), a segunda edição do Campeonato Paulista de Cavalos Novos, etapa da Federação Paulista de Hipismo e ranking interno da SHP. O mês marca também o início da seleção do Time Brasil para o 12º Jogos Sul-Americanos — Assunção 2022. Confira todos os detalhes do que está por vir.

O Centro Hípico Tatuí, no interior de São Paulo, recebe o primeiro concurso de adestramento internacional no Brasil da temporada 2022, lembrando que a última vez que o País sediou um CDI foi no fim de 2020. O CDI 2* será de 8 a 10 de julho e vale para os conjuntos de big tour e de small tour obterem seus índices necessários para o certificado de capacidade (COC).

O júri de campo será presidido pela brasileira Natacha Waddell (FEI 4) e terá como membros Gabriel Martín Armando (FEI 4 pela argentina); Claudia Mesquita (FEI 4* pelo Brasil), Marcio Camargo (FEI 2* pelo Brasil julgando apenas small tour); e Knut Danzberg (FEI 4* pela Alemanha).

Concurso internacional de adestramento (CDI 2*) => Página FEI | Programa CDI 2*: versão 13/05 / atualização 30/05 

Na mesma ocasião, ocorrem, pela Federação Paulista de Hipismo, o segundo Campeonato Paulista de Cavalos Novos 4, 5, 6 e 7 anos e uma etapa de adestramento da FPH para amadores, válida como ranking e para Troféu Eficiência. Desde 2021, a FPH realiza o Paulista de Cavalos Novos separadamente do campeonato de amadores e profissionais.

Por ser duas estrelas, o CDI de Tatuí não vale para a seleção da equipe que representará o Brasil em Asu 2022. Mas a disputa começa, logo em seguida, com o CDI 3* que será realizado de 21 a 24 de julho na Sociedade Hípica Paulista (SHP).

O CDI 3* terá como juiz estrangeiro o sueco Magnus Ringmark (FEI 5). O argentino Cesar Lopardo Grana (FEI 4) preside o júri de campo, que conta ainda com Claudia Moreira de Mesquita (FEI 4* pelo Brasil); Natacha Waddell (FEI 4* pelo Brasil); Mercedes Mex Campdera Alatorre (FEI 4* pelo México); e Carlos Lopes (FEI 4* por Portugal).

08 a 10 de julho — Centro Hípico De Tatuí/Hípica Centaurus (Tatuí, SP) 

  • Concurso internacional de adestramento (CDI 2*) => Página FEI | Programa CDI 2*: versão 13/05 / atualização 30/05 |
  • 2º Campeonato Paulista de Cavalos Novos 4, 5, 6 e 7 anos  
  • Etapa de Adestramento da FPH para amadores, válida como ranking e para Troféu Eficiência   

Na mesma data, a CBH também realiza um concurso nacional (CAN). Os programas do CAN, bem como do Campeonato Paulista de Cavalos Novos e da etapa de amador da FPH em Tatuí ainda não foram publicados.

Sandra Smith preside júri do Odesur 2022; conheça detalhes da competição

Certificado de capacidade para Asu 2022
Todos os conjuntos competindo em Asu 2022 devem ter alcançado, entre 01 de janeiro de 2021 e 29 de agosto de 2022, os índices mínimos de elegibilidade (MERs) para obterem o certificado de capacidade (COC). O COC é pré-requisito para competir nos Jogos Sul-Americanos Asu 2022.

Os conjuntos de small tour têm atingir uma média de, ao menos, 62% entre as reprises prêmio São Jorge (PSJ) e intermediária 1 no mesmo evento. São necessários dois índices desses em dois eventos distintos para obter o COC. A média nestes dois eventos será a pontuação final.

Já os conjuntos de big tour devem atingir 60% de média final, em um CDI 2* ou acima, em uma reprise de GP.

Seletivas para Time Brasil
Para representar o Brasil, a Confederação Brasileira de Hipismo leva a cabo um processo seletivo para a escolha dos conjuntos que integrarão a equipe brasileira na 12ª edição dos Jogos Sul-Americanos.

Os resultados considerados para a seleção da CBH deverão ser obtidos no período 01 de julho a 28 de agosto de 2022. Os conjuntos radicados no Brasil terão dois CDIs 3* observatórios no País: de 22 a 24 de julho na capital paulista e de 26 a 28 de agosto em Tatuí, no interior de São Paulo.

Os conjuntos competindo em small tour terão calculadas, para cada evento, a média dos seus porcentuais finais das reprises de São Jorge e intermediária 1. O CDI 3* em que o conjunto atingir a maior pontuação média (PSJ + inter1) será considerado para a seletiva. Já em big tour serão consideradas, para cada evento, a média dos porcentuais finais das reprises de grande prêmio e grande prêmio especial, tendo acrescentados 3 p.p.

Serão observados pela CBH para formação do Time Brasil apenas resultados em eventos CDI 3* ou superior e desde que o conjunto participe de todas as provas do CDI em questão. O CDI 3* no qual o conjunto atingir a maior pontuação será considerado para a escalação. Conjuntos de small tour e big tour disputarão as vagas da equipe indistintamente.

Adestramento Brasil está compilando em planilha as notas para compor índices para COC, bem como os porcentuais válidos para a seletiva do Time Brasil, mas considerando apenas os conjuntos de nacionalidade brasileira, aptos a competir em Asu 2022. Acompanhe aqui.

=> Confira o documento completo com o novo processo de seleção.

2 respostas para ‘Na preparação para Asu 2022, julho tem dois CDIs’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.