CBH muda regras para seleção de equipe para Sul-Americano

A Confederação Brasileira de Hipismo alterou o processo seletivo para a escolha dos conjuntos que integrarão a equipes brasileira na 12ª edição dos Jogos Sul-Americanos, que ocorre em outubro em Assunção, capital do Paraguai. Em vez de considerar apenas a maior nota do conjunto durante o processo seletivo, independentemente da reprise, agora, valerá a média considerando as provas de São Jorge e intermediária 1 para small tour e grande prêmio e GP especial no big tour — este último acrescentando-se três pontos porcentuais (3 p.p).

https://www.paypal.com/donate/?hosted_button_id=J56ZYZZLKPPV4&source=url

Os resultados considerados para a seleção deverão ser obtidos no período 01 de julho a 28 de agosto de 2022. Os conjuntos no Brasil terão dois CDIs 3* observatórios no País: de 22 a 24 de julho na capital paulista e de 26 a 28 de agosto em Tatuí, no interior de São Paulo.

Os conjuntos competindo em small tour terão calculadas, para cada evento, a média dos seus porcentuais finais das reprises de São Jorge e intermediária 1. O CDI 3* em que o conjunto
atingir a maior pontuação média (PSJ + inter1) será considerado para a seletiva.

Já em big tour serão consideradas, para cada evento, a média dos porcentuais finais das reprises de grande prêmio e grande prêmio especial, tendo acrescentados 3 p.p.

Serão observados apenas resultados em eventos CDI 3* ou superior e desde que o conjunto participe de todas as provas do CDI em questão. O CDI 3* no qual o conjunto atingir a maior pontuação será considerado para a escalação. Conjuntos de small tour e big tour disputarão as vagas da equipe indistintamente.

Leia também: Critérios objetivos vão definir equipes para Mundial e Odesurentrevista com Sergio de Fiori, diretor de adestramento da CBH

Pelo critério anterior, valia a maior nota e não uma média. Assim, se o conjunto tivesse uma ótima apresentação em uma prova e pífia nas demais, seria considerada apenas o maior porcentual. Segundo a CBH, a mudança teve o intuito de garantir que a equipe seja o mais competitiva possível.

Todos os demais itens, como necessidade de obtenção do certificado de capacidade (COC) e a quantidade de vagas, permanecem iguais.

Todos os conjuntos competindo no Odesur devem ter alcançado, entre 01 de janeiro de 2021 e 29 de agosto de 2022, os índices mínimos de elegibilidade. Os conjuntos de small tour devem atingir uma média de, ao menos, 62% entre as reprises prêmio São Jorge (PSJ) e intermediária 1 no mesmo evento. São necessários dois índices desses em dois eventos distintos para obter o COC. A média nestes dois eventos será a pontuação final. Já os conjuntos de big tour devem atingir 60% de média final em um CDI 2* ou acima em uma reprise de GP.

=> Confira o documento completo com o novo processo de seleção.

26 respostas para ‘CBH muda regras para seleção de equipe para Sul-Americano’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.