Pedro Almeida avalia como positiva participação no CDI 3* de Cascais

Pedro Tavares de Almeida avaliou como positiva sua participação no CDI 3* de Cascais, em Portugal, no último fim de semana, quando alcançou um dos dois índices exigidos pela Federação Equestre Internacional (FEI) para poder disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Com Xaparro do Vouga, o atleta registrou 66% de porcentual final e 66,848% com o juiz FEI 5* Leif Tornblad. “De modo geral, acho que foi positiva a estreia. Com um pouco mais de treino e conjunto, acredito que, no próximo fim de semana, ambos os resultados devem melhorar”, disse.

WhatsApp

O atleta também competiu com Aoleo, seu cavalo habitual e com quem esteve nos Jogos Pan-Americanos de Lima, mas não conseguiu o índice. Ele retorna às pistas de Cascais para o segundo CDI 3* do evento, entre 5 e 8 de março.

Ao comentar seu desempenho ao Adestramento Brasil, Pedro Almeida destacou que teve pouco tempo para treinar. “Faltou entrosamento, pois estava há quatro anos sem montar o Xaparro, mas o cavalo está muito bem”, disse. “Tive um tempo muito curto de treino e adaptação com ambos os cavalos. E, apesar de que com o Aoleo eu estar bem habituado, mesmo assim, ele estava sendo montado por outro cavaleiro”, completou.

Para ele, o Aoleo ainda está um pouco fora do “shape” de grande prêmio, mas a expectativa é que, aos poucos, volte à forma.

Com relação às reprises, o atleta considerou boas as partes do galope e disse que o foco agora é trabalhar as transições de entrada e saída do piaffer.

O GP de Cascais do último sábado (29/02) foi julgado por Yuri Romanov, FEI 4* da Rússia; Mary A. Robins, FEI 4* da Nova Zelândia; Leif Tornblad, FEI 5* da Dinamarca; Claudia Matos, FEI 3* de Portugal, e Fouad Hamoud, FEI 4* da Algeria.

Além de Pedro Almeida, João Victor Marcari Oliva, montando F-Aron de Massa, competiu no CDI 3* de Cascais. O conjunto foi o primeiro brasileiro a alcançar os requisitos mínimos de elegibilidade (MER, na sigla em inglês para minimum eligibility requirements) para participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 (leia todas as matérias). O primeiro índice foi obtido no CDI 3* de Le Mans, na França, em outubro do ano passado.

Confira o PDF com os resultados Resultados online com folhas de provas

A prova de grande prêmio foi vencida por Arnaud Serre e Vistoso (71,739%), seguido de Bertrand Liegard com Star Warsistoso (70,326%), na segunda colocação, e Joanna Robinson com San Coco Di Amore (70,152%).

O CDI 3* de Cascais ocorre em dois fins de semana de provas — de 28 de fevereiro a 1º de março e de 5 a 8 de março — ambos no Centro Hípico da Costa do Estoril. No próximo fim de semana, Luiza Tavares de Almeida vai competir com Baluarte do Vouga. A equipe Rocas do Vouga seguirá na Europa competindo em CDIs com objetivo de alcançar os requisitos mínimos de elegibilidade e conquistar a vaga individual para representar o Brasil.

Imagem: arquivo Adestramento Brasil


Apoie_AB_PayPalSe você acompanha a nossa cobertura, sabe que informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Clique aqui e seja um apoiador. Você que escolhe o valor!


 

Uma resposta para “Pedro Almeida avalia como positiva participação no CDI 3* de Cascais”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.