Brasileiros concordam com adiamento e revelam planos para Jogos de Tóquio 2021

Atletas brasileiros de olho na vaga individual nos Jogos de Tóquio opinam sobre o adiamento da Olimpíada e revelam planos — ainda que iniciais — para conquistar a cota brasileira. Os jogos foram remanejados para de 23 de julho até 8 de agosto de 2021, em decorrência da pandemia de Covid-19.


Apoie_AB_PayPalSe você acompanha a nossa cobertura, sabe que informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Clique e seja um apoiador. Você que escolhe o valor!

Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


De uma maneira geral, os entrevistados para esta matéria concordaram com a postergação dos Jogos Olímpicos diante da situação mundial e estão no aguardo de decisões tanto da Federação Equestre Internacional (FEI) quanto da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH). Eles querem saber, por exemplo, se a long list poderá ser alterada. Esta “lista longa” enumera os possíveis conjuntos que poderiam representar o País e o nomeado tem de sair dela. Outro ponto levantado é com relação aos critérios de escolha da CBH e se a bonificação de 1,5% permanecerá.

A Federação Equestre Internacional (FEI) já esclareceu que as vagas assignadas, tanto por equipes quanto individuais, não serão alteradas, mas apontou que deverá haver uma extensão de vários prazos, incluindo, os requisitos mínimos de elegibilidade e a regra sobre a posse de cavalos (leia matéria completa).

No Brasil, a Confederação Brasileira de Hipismo ainda não se posicionou e nem respondeu aos questionamentos enviados por este noticiário. Para a entidade nacional, foi perguntado, entre outros pontos, se as regras de escolha do conjunto que vai representar o Brasil nos Jogos de Tóquio vão mudar diante do adiamento; e se a CBH questionou a FEI acerca da long list, das vagas destinadas às nações e dos prazos dos MERs.

Confira a seguir o que disseram alguns atletas (em ordem alfabética):

Andre Ganc
O cavaleiro, que também é juiz nacional de adestramento, entrou na disputa neste ano, quando competiu com D-Último de Massa no Adequan Global Dressage Festival (AGDF), em Wellington (Florida, EUA). Ele opinou que o adiamento impacta todos os atletas, mas que foi absolutamente necessário e apontou que, com o cancelamento de vários CDIs, a qualificação e a conquista de vagas ficaram comprometidas. Com a notícia do adiamento, Ganc disse que recolheu o cavalo e refez todo o programa dele de treinamento.

Com relação aos critérios de qualificação e de escolha do conjunto brasileiro, Ganc defendeu mudanças. “É imperativo se mudar totalmente as regras ou, pelo menos, os prazos, uma vez que, caso não se mude, você vai ter cavalos classificados ou escolhidos com índices conquistados até dois anos antes dos Jogos. Quer dizer, no momento da Olimpíada, você não tem uma representatividade, porque vai ter cavalos que podem não estar há muito tempo em atividade e não estar desempenhando bem e, portanto, podem ir cavalos que não sejam os melhores”, disse, acrescentando que a regra da CBH para seleção do conjunto para a vaga individual, de adicionar 1,5% à média dos que competiram na Europa em 2019, também aumenta a possibilidade de não ir para olimpíada o melhor conjunto.

Ele aguarda saber qual será o período que a FEI vai considerar de qualificação e se os cavaleiros podem considerar novas montarias ou não, já que a long list foi entregue. “Estes prazos afetam todo mundo, porque novos conjuntos podem aparecer, caso se abra esta janela de inscrição”, disse.

Giovana Pass
Para a amazona que disputou os Jogos Olímpicos do Rio 2016 e os Jogos Equestres Mundiais em Tryon em 2018, o adiantamento é uma pena e significa bilhões de dólares para o comitê organizador, mas obviamente foi necessário. “Quanto aos meus planos vai depender das regras que a FEI for impor. Por exemplo: irão manter a classificação atual? Vão fazer nova classificação? Vão indicar novos eventos? Tem muitas perguntas a ser respondidas antes de podermos fazer um plano de treino e competição. Enquanto isso eu continuo focando no mundial de 2022. Estou levando minha vida com os cavalos normalmente exceto por não estar indo para a Europa treinar com o Eleito. Precisamos esperar o mundo voltar ao normal”, disse.

João Victor Marcari Oliva
Após uma temporada no Brasil, quando competiu com Biso das Lezírias, classificando-se para os Jogos Pan-Americanos de Lima, quando conquistou a medalha de bronze por equipe, o cavaleiro retornou à Europa e está montando, em Portugal, o lusitano F-Aron de Massa, com quem já obteve os requisitos mínimos (MERs) exigidos pela FEI para competir na Olimpíada. “Se eles acham que o vírus não seria contido até o dia dos jogos, foi uma medida certa a ser tomada. Primeiramente a saúde, depois os grandes eventos”, disse, acrescentando que ficou feliz que a olimpíada atenha sido cancelado, mas apenas adiada.

“Eu me prejudiquei, porque estava indo bem nas seletivas, então, acredito que teria mais chances de estar envolvido nos jogos, teria a classificatória, se fosse este ano, pelos pontos e resultados. Agora é treinar e focar para ano que vem”, contou. Ele afirmou acreditar que, em 2021, Aron esteja melhor. “Quanto mais treinos, os cavalos vão melhorando, só que neste ano o cavalo já vinha bem. Não acredito que seja um cavalo para ser medalhista nos jogos, mas que poderia fazer uma boa apresentação, poderia mostrar boa montaria. Se o cavalo continuar na minha mão, se estiver saudável — e ele é supersaudável — adoro ele e os proprietários são tops, mas nunca se sabe o que pode acontecer no ano que vem.”

Oliva disse que manterá o trabalho de Aron; ressaltou que é um cavalo que vem vindo forte, que tem qualidades e que vem melhorando. “Se a long list não abrir, vou ficar nele e tentar melhorar ele, mas, se for aberta, eu vou tentar adiantar meus cavalos mais novos e vamos ver se consigo arrumar outras opções, mas acredito que com Aron é o que eu tenho mais chances de representar o Brasil, o conjunto está forte.”

Leandro Silva
Medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 2019, Leandro Silva disse apoiar o adiamento tanto pela perspectiva da saúde das pessoas quanto pelo cancelamento de CDIs que prejudicou a preparação dos conjuntos. “Para mim não vai mudar muita coisa. O DiCaprio vai continuar treinando normal. Apesar de estar com idade um pouco avançada, acho que ele, no ano que vem, terá condições de fazer [uma olimpíada]. Para mim fica melhor com relação ao Biso, porque dá tempo de prepará-lo melhor. Em 2020, a olimpíada ia ser muito em cima. Então pro DiCaprio não muda muita coisa, mas pro Biso dá mais tempo para preparar melhor”, disse.

O adiamento em um ano também significa que novos conjuntos possam aparecer; e Silva não descarta a possibilidade de apresentar uma outra montaria. Sem dar muitos detalhes do animal, Leandro Silva falou que tem um cavalo mais novo no radar. “Começa uma nova preparação, mas o jogo é igual para todo mundo. Vai ter tempo também de atletas correrem atrás de mais montarias e cavalos novos vão aparecer” disse.

Com relação às regras da seleção, Silva afirmou que não concordou com a adição de 1,5% para a seleção individual, mas que seria um critério justo caso fosse para a seleção do time em caso de o Brasil manter a vaga por equipe. “Não conseguimos manter a vaga por equipe e a vaga individual é um jogo totalmente diferente”, disse. O cavaleiro havia obtido com DiCaprio um índice do requisito mínimo de elegibilidade da FEI para a Olímpiada.

Outros atletas foram contatados para conceder a entrevista, mas não responderam.

 

Uma resposta para “Brasileiros concordam com adiamento e revelam planos para Jogos de Tóquio 2021”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.