Claudia Mesquita: nível das provas do CDI de abril foi superior ao de março

Presidente do júri de campo dos CDIs 2* de março e de abril, a juíza internacional FEI 4* Claudia Moreira de Mesquita diz que é nítida a evolução da modalidade adestramento nos últimos 20 anos.  Falando especificamente dos concursos internacionais deste ano, que servem para selecionar a equipe que vai para os Jogos Pan-Americanos, Claudia Mesquita apontou que o nível das provas do CDI de abril foi superior em comparação ao concurso de março. “Isso foi muito bom, pois demonstra uma evolução no trabalho dos cavalos e cavaleiros”, respondeu ao Adestramento Brasil

Em entrevista, a juíza falou sobre as seletivas no Brasil, o que tem visto nos CDIs que julgou em outros países e deu orientações aos conjuntos sobre como se preparar. Confira a entrevista na íntegra.

Adestramento Brasil — Que avaliação você faz do CDI 2* de abril? Como foi o nível da competição?
Claudia Mesquita — De um modo geral, o nível foi muito superior ao CDI de março e isso foi muito bom, pois demonstra uma evolução no trabalho dos cavalos e cavaleiros. Diria que tivemos um amadurecimento de alguns conjuntos que já vinham se apresentando bem no small tour.

Na comparação com o CDI 2* de março, houve evolução de alguns conjuntos, ao mesmo tempo em que houve notas mais baixas, com menos gente cravando os 69% em small tour e apenas um com mais de 68% em big tour.  A que se pode-se atribuir isto?
Em relação aos cavaleiros que não conseguiram obter o 69%, infelizmente, no estágio atual, qualquer erro, mesmo que seja insignificante, dentro da pista custa muito caro em relação ao resultado final. Atribuo esses resultados abaixo de 69% a erros como: cavalo desunido, coice, erros de reprise, transições malfeitas e muitos outros que já não cabem neste estágio atual, contudo, podem acontecer.

No big tour, o índice solicitado pela CBH foi alcançado por um conjunto, mas acredito que nessa série ainda possamos ter uma boa evolução técnica com mais conjuntos conseguindo chegar ao índice. Houve também um maior número de participantes em relação ao primeiro CDI. Tivemos um conjunto estreando e outro que retornou às pistas após um período de férias. Provavelmente, possam aparecer ainda outros conjuntos nos próximos dois últimos CDIs (maio e junho), o que seria fundamental, tendo em vista que, além do Pan-Americano, válido como classificatória para os Jogos Olímpicos em 2020, temos os Jogos no Japão, que, obrigatoriamente, serão big tour.

Os cavalos podem ter começado a sentir mais cansaço?
Todos esses cavalos são atletas e têm uma preparação para isso, então, não acredito em cansaço, tendo em vista que o CDI de março foi há praticamente um mês. Caso algum cavaleiro tenha sentido isso, deve com certeza rever todo seu processo de treinamento para que seu animal esteja no ápice durante o evento e não antes dele.

Você tem julgado diversos CDIs neste primeiro semestre. Nos CDIs nas Américas, o que tem visto em termo de nível dos conjuntos? Teremos competidores fortes? Pode dizer quais países e quais conjuntos têm se destacado?
Tenho julgado vários CDIs neste ano, tanto na Europa como nas Américas. No nosso continente, a maioria é seletivas para o Pan 2019. Eu diria que, até o momento, a grande maioria tem conseguido a classificação para o Pan, tendo em vista que o índice FEI a ser alcançado é bem baixo. Os países que julguei até o momento estão no small tour com notas girando entre 62,500 % a 66,800 %, eventualmente 67%, bem abaixo do Brasil, que, em pelo menos em três oportunidades — Sul-Americano e os dois CDIs no Brasil — obteve 70%.

Contudo, um tradicional adversário nosso é o México, que possui alguns animais interessantes na provável equipe. Por exemplo, no big tour, dois conjuntos obtiveram nos CDIs Wellington e em outro no México 69,415% – 68,804 % (já incluso o acréscimo de 1,5 ponto porcentual à nota final conforme regra do Pan). No small tour, temos uma variação até o momento de conjuntos com 68,588%, 67,029%, 66,824% e 66,500%. Contudo, esses porcentuais ainda podem sofrer alterações nos próximos CDIs.

Provavelmente a medalha de ouro deva ser dos Estados Unidos e a de prata do Canadá, salvo algum problema momentâneo antes ou durante a competição, pois ninguém está livre de acontecer algo.

A que você se refere ao dizer “já incluso o acréscimo de 1,5 ponto porcentual à nota final conforme regra do Pan”?
Alguns países estão adotando este sistema, que, normalmente, é usado no Pan, para equalizar a somatória dos pontos. Ele é acrescido nas notas finais das provas de big tour para permitir comparar provas diferentes, no caso small e big tour.

Que orientação você dá para os conjuntos na disputa por uma vaga no time para manter o alto nível?
Minha orientação é que continuem se esforçando, trabalhando visando a uma vaga na equipe. Saibam dosar o treinamento de seus animais para que eles estejam no ápice durante os jogos e que não se esqueçam que a competição começa durante a horse inspection; que todos devem treinar e focar muito para que tudo corra bem. Finalmente, que o espírito de equipe esteja no grupo para que o time obtenha sucesso.

O que você achou do CAN? 
Tivemos um bom número de participantes no CAN, novos conjuntos e outros retornando às pistas. Vi um bom nível técnico em determinadas séries e senti falta de um número maior de iniciantes e de participantes da série elementar, provavelmente, por estarem se preparando para o próximo evento de maio.

Gostaria apenas de finalizar dizendo que é nítida a evolução da modalidade adestramento nos últimos 20 anos; e isso somente foi possível ao longo desses anos por meio de grandes patrocinadores e apaixonados pela modalidade, que acreditaram que seria possível evoluir no esporte por meio da criação e aquisição de novos cavalos, intercâmbio de profissionais treinadores, juízes e eventos para que o esporte pudesse crescer no todo.


Apoie_AB_PayPalAssim como outros sites jornalísticos, Adestramento Brasil não fechou o conteúdo para assinantes, mas coloca à disposição dos leitores a possibilidade de apoiar a produção editorial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.