Chapa CBH Forte e Ativa lamenta a não realização da eleição e diz que tinha maioria dos votos

A chapa CBH Forte e Ativa, encabeçada por Barbara Laffranchi, soltou uma nota à comunidade hípica lamentando a conduta de Ronaldo Bittencourt, atual presidente da Confederação Brasileira de Hipismo e presidente da mesa da Assembleia Geral, realizada na última segunda-feira 30/11, afirmando que a comissão eleitoral estava longe de ser imparcial e reivindicando que tinha o maior número de votos.


Apoie_AB

Se você acompanha a nossa cobertura, sabe que informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.
Clique e seja um apoiador. Você que escolhe o valor!

Prefere anunciar? Confira o mídia kit e fique por dentro das opções para divulgar a sua marca: escreva para contato@adestramentobrasil.com


Na Assembleia, as duas chapas candidatas à presidência da CBH foram impugnadas e, assim, não houve eleição para a escolha da nova gestão para o quadriênio 2021-2024. Foram eleitos apenas os membros do conselho de administração. As chapas concorrendo ao posto são a Hipismo Para Todos, com Francisco José Mari como presidente, e João Loyo de Meira Lins para vice-presidente, e CBH Forte e Ativa, com Barbara Laffranchi, como presidente, e Fernando Augusto Sperb, como vice.

“Ontem, obtivemos duas vitórias importantes. A primeira nos votos, como mostra o quadro (ver aqui). A segunda no processo eleitoral totalmente viciado que já sabíamos que iríamos encontrar. A estratégia clara era impugnar a nossa chapa. A comissão eleitoral estava longe de ser imparcial e vinha demonstrando isso desde o dia da publicação do processo eleitoral CBH-004. De posse de todos os documentos desde o dia 30/10, deixou a assembleia seguir com gastos acima de 200 mil reais”, diz a nota. A chapa alega que apresentou duas certidões do TCU, sendo uma geral e outra específica para processo eleitoral.

No último dia 16/11, a Alexandre Beck Monguilhott, Bichara Abidão Neto e Rodrigo M. Moraes, membros da Comissão Eleitoral da Confederação Brasileira de Hipismo, entenderam que ambas as chapas estavam aptas a participar do pleito bem como os candidatos ao Conselho Administrativo (veja a ata).

Adestramento Brasil procurou a chapa Hipismo Para Todos para comentar e foi informada de que a chapa tem reunião marcada para esta terça 1/11 e que deve ter o posicionamento amanhã, quando falará com este noticiário.

Leia a íntegra da nota:

À Comunidade Hípica,

Caros amigos,

Mais uma vez nosso objetivo, como tem sido desde o início de nossa campanha, é o de deixar as coisas sempre transparentes para todos.

Não vamos abrir mão de lutar por uma eleição honesta e clara, algo totalmente diferente do que aconteceu ontem.

Lamentamos muito a conduta do atual presidente da CBH e presidente da mesa da Assembleia de ontem, o Sr. Ronaldo Bittencourt.

Ontem, obtivemos duas vitórias importantes. A primeira nos votos, como mostra o quadro a seguir.

A segunda no processo eleitoral totalmente viciado que já sabíamos que iríamos encontrar. A estratégia clara era impugnar a nossa chapa. A comissão eleitoral estava longe de ser imparcial e vinha demonstrando isso desde o dia da publicação do processo eleitoral CBH-004. De posse de todos os documentos desde o dia 30/10, deixou a assembleia seguir com gastos acima de 200 mil reais.

Alegaram que não apresentamos uma certidão do TCU que não estava discriminada no processo CBH-004. Por excesso de cuidado apresentamos duas certidões do TCU. Uma geral e outra específica para processo eleitoral.

Acontece que a justiça determinou que o processo fosse seguido à risca e de forma correta e imparcial. Com isso o golpe da situação não funcionaria mais. Ser a chapa da situação, ter o controle total da assembleia e mesmo assim cancelar o pleito, no mínimo, mostra uma enorme incompetência e falta de respeito com pessoas e recursos públicos.

Isso nos motivou ainda mais a perseguir o que é certo. Consequências serão sofridas pela má fé e má alocação de recursos públicos em todo o processo eleitoral.

Muito em breve voltaremos com mais informações deste lamentável episódio protagonizado pela atual presidência da CBH mas que, não temos dúvidas, será corrigido pela justiça.

Atenciosamente,
Barbara Laffranchi e Fernando Sperb

Leia os documentos relativos à eleição

22 respostas para ‘Chapa CBH Forte e Ativa lamenta a não realização da eleição e diz que tinha maioria dos votos’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.