Justiça nega recurso e CBH tem de chamar novas eleições

Uma nova eleição deverá ser convocada para eleger a presidência da Confederação Brasileira de Hipismo. O desembargador do Rio de Janeiro Cesar Cury negou pedido da CBH para que a decisão de primeira instância, que determinou novo pleito, fosse suspensa. O atual presidente, João Loyo, disse à Adestramento Brasil que fará uma nova eleição. A sentença na qual Cury, da 11ª Câmara Cível, indefere o pedido de concessão do efeito suspensivo pleiteado, alegando que as decisões estavam bem fundamentadas, saiu nesta quinta-feira (04/11) – veja aqui.


Apoie_AB

Informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores e anunciantes do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.

Clique e seja um apoiador via Paypal. Você que escolhe o valor!

Você também pode contribuir anunciando ou fazendo Pix (contato@adestramentobrasil.com)


A CBH havia recorrido da decisão de 28/10 do juiz titular da 34ª Vara Cível do Estado do Rio de Janeiro João Marcos de Castello Branco Fantinato que determinou a deposição da chapa atual da Confederação Brasileira de Hipismo e a realização de novas eleições, de acordo do estatuto da Confederação.

Agora, a CBH não vai mais recorrer e vai convocar assembleia para novas eleições. De acordo com o estatuto, a CBH tem 15 dias para realizar a convocação de nova eleição e 45 dias para efetivamente realizá-la.

Ao jornal O Globo, Loyo disse: “o departamento jurídico está fazendo o edital. Eu pedi para que o nosso advogado vá lá (no Tribunal) conversar com o juiz justamente para esclarecer alguns pontos, mas a gente vai fazer novas eleições. Decisão judicial não se discute. Fizemos o recurso dentro do prazo e eu não vou mais ficar recorrendo, não. Vou fazer logo novas eleições e pronto”.

Na assembleia geral de novembro de 2020, as duas chapas candidatas à presidência da Confederação Brasileira de Hipismo foram impugnadas e não houve eleição para a escolha de presidente e vice para o quadriênio 2021-2024. Foram eleitos apenas os membros do conselho de administração. Novas eleições foram convocadas para 29 de janeiro, quando a chapa Hipismo Para Todos, com Francisco José Mari como presidente e João Loyo de Meira Lins como vice-presidente, foi apontada como vencedora. Desde então, a eleição vinha sendo contestada na Justiça.

Em agosto deste ano, Kiko Mari renunciou à presidência da CBH, quando assumiu João Loyo de Meira Lins, então vice-presidente.

Leia a cobertura completa sobre as eleições da CBH:

Leia os documentos referentes à eleição

Uma resposta para “Justiça nega recurso e CBH tem de chamar novas eleições”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.