Yara do Amaral Fernandes recebe aval para votar online na eleição da CBH

Yara do Amaral Fernandes, que é representante dos atletas e, portanto, tem direito a voto, poderá participar, de forma não-presencial, das eleições da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), conforme decidiu a Comissão Eleitoral. A amazona de adestramento encontra-se trabalhando em Portugal, país que anunciou a suspensão dos voos com o Brasil de sexta-feira, 29 de janeiro, a 14 de fevereiro, devido ao aumento dos casos de covid-19 e ao aparecimento de nova variante do vírus.


Apoie_AB

Informação bem apurada, confiável e relevante faz toda a diferença. Enquanto agradecemos a todos apoiadores e anunciantes do site, reforçamos que precisamos da colaboração de pessoas como você para seguir com a produção editorial.

Clique e seja um apoiador via Paypal. Você que escolhe o valor!

Você também pode contribuir fazendo um Pix ou anunciando. 


Em reunião, no último dia 20 de janeiro, Alexandre Beck Monguilhott, Bichara Abidão Neto e Rodrigo Moraes ponderaram que, apesar da imprevisibilidade e até vedação de participação não presencial nas assembleias eletivas da CBH, seria necessário envidar esforços no sentido de viabilizar a participação não-presencial da atleta, desde que todos os meios tecnológicos e de segurança contra fraudes possam ser adotados e auditados.

Nesse sentido, a comissão solicitou à CBH que adotasse as providências cabíveis, possíveis e viáveis para assegurar a lisura do procedimento on-line requerido. Leia a ata da reunião completa aqui. A  CBH não se manifestou publicamente ainda.

O voto da Yara Fernandes pode ser definitivo em uma eleição que vem marcada por conflitos. A votação para presidência e vice da CBH está marcada para a próxima sexta, dia 29 de janeiro, em assembleia no Rio de Janeiro; e concorrem as mesmas duas chapas que foram impugnadas na eleição de 30 de novembro: Hipismo Para Todos, com Francisco José Mari como presidente e João Loyo de Meira Lins como vice-presidente, e CBH Forte e Ativa, com Bárbara Elisabeth Laffranchi como presidente e Fernando Augusto Sperb como vice.

Em 30 de novembro, as duas chapas candidatas à presidência da Confederação Brasileira de Hipismo foram impugnadas e não houve eleição para a escolha de qual das duas chapas comandaria a entidade para os cargos de presidente e vice-presidente para o quadriênio 2021-2024. Foram eleitos apenas os membros do conselho de administração.

Recentemente, a Federação Paulista de Hipismo conseguiu na Justiça o direito de participar da assembleia da Confederação Brasileira de Hipismo. A CBH havia deixado a entidade de São Paulo de fora da lista de votantes devido ao não pagamento de uma taxa de R$ 2.716,00, referente à taxa do Campeonato Brasileiro de Adestramento 2020. A FPH entrou na Justiça e obteve liminar favorável.

Na decisão, o juiz Joao Marcos de Castello Branco Fantinato justificou que, como o débito foi pago pela FPH e o Estatuto da Confederação Brasileira de Hipismo, em seu artigo 32, parágrafo 1º, inciso III, afirma que poderão participar da assembleia as entidades que não tenham débito de qualquer natureza com a CBH, não há qualquer impedimento para a Federação Paulista participar da assembleia e da votação. “Por todo o exposto, defiro o pedido, para determinar a inclusão da FPH na relação das entidades aptas a participar da assembleia a ser realizada em 29/01/2021, sob pena de multa única de R$ 30.000,00”, diz a decisão acerca do pedido de concessão de tutela de urgência antecipada em caráter antecedente — leia o documento aqui.

A FPH não constou na lista divulgada, em 15 de janeiro, como apta a votar. Dezoito federações foram listadas à época: Federação Amazonense de Hipismo, Federação Equestre de Alagoas, Federação Equestre do Ceará, Federação Hípica de Brasília, Federação Hípica de Goiás, Federação Sul Mato-grossense de Hipismo, Federação Hípica de Minas Gerais, Federação Equestre do Pará, Federação Equestre Paraibana, Federação Paranaense de Hipismo, Federação Gaúcha de Esportes Equestres, Federação Catarinense de Hipismo, Federação Hípica da Bahia, Federação Hípica do Espírito Santo, Federação Hípica do Mato Grosso, Federação Equestre de Pernambuco, Federação Equestre do Rio de Janeiro e Federação Hípica de Sergipe.

Além das federações, votam também os representantes de atletas Eduardo Xavier Barreto, Jorge Luis Figueiredo Ramos Passamani, José Roberto Reynoso Fernandez Filho, Marcio Appel Cheuiche, Marcos Fernandes Alves, Sérgio Castany di Fiori e Yara do Amaral Fernandes.

Leia a cobertura completa sobre as eleições da CBH:

Leia os documentos referentes à eleição

4 respostas para ‘Yara do Amaral Fernandes recebe aval para votar online na eleição da CBH’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.